MP denuncia ex-procurador Marcello Miller e Joesley Batista

Operação Lava Jato
Operação Lava Jato

O Ministério Público apresentou uma denúncia contra o empresário Joesley Batista, o ex-procurador da República Marcello Miller, a advogada Esther Flesch e o ex-diretor jurídico da JBS, Francisco de Assis e Silva. A denúncia foi apresentada à Justiça Federal do Distrito Federal.

Segundo a denúncia, o ex-procurador recebeu cerca de R$ 700 mil de maneira indevida para ajudar o grupo J&F, ao qual a JBS pertence, para obter informações para possíveis acordos de delações premiadas. Miller atuava na Operação Lava Jato, que investiga a empresa do irmãos Batista. Ele teria orientado o empresário Joesley e os outros envolvidos na hora de fazer a denúncia, além de ter feito a proposta para a delação.

A denúncia ainda será analisada pela Justiça para que os envolvidos se tornem réus do processo. De acordo com as investigações, Miller teria começado a trabalhar a favor do grupo em fevereiro de 2017. Na visão do MP, o ex-procurador teria trabalhado para a PGR e a J&F.

A defesa de Joesley afirma que o empresário nunca pagou vantagens indevidas a Miller, que também nega o “trabalho duplo”.

Reportagem, Raphael Costa