Mulher grávida é presa descumprimento de medida socioeducativa

A Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), cumpriu na manhã desta terça-feira (10/7), por volta das 9h30, no prédio da especializada, mandado de busca e apreensão em nome de uma jovem de 18 anos, grávida de oito meses, por descumprimento de medida socioeducativa.

De acordo com a delegada Elizabeth de Paula, a ordem judicial em nome da jovem foi expedida no dia 19 de dezembro de 2017, pela juíza Rebeca de Mendonça Lima, da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas. Conforme a delegada, o mandado em nome da jovem é decorrente da fuga dela há dois anos do Centro Socioeducativo de Semiliberdade, onde estava respondendo por ato infracional análogo ao crime de roubo majorado.

“O crime aconteceu no ano de 2015, em um estabelecimento comercial no bairro Japiim, zona sul da capital. Os funcionários do local foram abordados por um casal e a jovem, que na época era adolescente. A adolescente pediu para ver uma calça e, no momento em que o vendedor se distraiu, o casal, em posse de uma arma de fogo, anunciou o roubo e, em seguida, o trio empreendeu fuga do lugar levando mercadorias”, explicou a delegada.

A titular da Deaai esclareceu que ao longo das diligências a equipe da Deaai recebeu a informação de que a jovem estaria grávida de 36 semanas e, imediatamente, a autoridade policial entrou em contato com a família para que a jovem pudesse se apresentar na delegacia.

“Ontem expliquei para a mãe dela que, caso a jovem não se apresentasse, encaminharia a cópia dos mandados para as maternidades, para que ela fosse apreendida no momento em que desse entrada para ter o bebê que espera. Então, nesta manhã, a mãe trouxe a jovem para que pudéssemos cumprir o mandado”, relatou Elizabeth de Paula.

A jovem será encaminhada ao Juizado da Infância e da Juventude – Infracional (JIJ-Infracional), onde deverá aguardar uma nova audiência.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.