Mulher que jogou rival de ônibus vai responder por morte em liberdade

A Justiça do Amazonas decidiu pela liberdade da mulher, de 18 anos, suspeita
de ter jogado uma outra mulher de dentro de um ônibus em Manaus durante uma discussão na quarta-feira. A vítima não resistiu à queda e morreu horas depois no hospital.

A mulher foi liberada durante audiência de custódia no Tribunal de Justiça do
Amazonas. A decisão acompanhou o parecer do Ministério Público.

Mesmo livre, a suspeita deve seguir várias regras impostas pela Justiça, como: usar tornozeleira eletrônica; comparecer mensalmente perante a Justiça; participar de Projeto Reeducar e fica proibida de se ausentar de Manaus enquanto for conveniente à instrução processual.

Entenda o caso

As duas mulheres estavam em um ônibus da linha 014. Por volta de 14h, elas passavam pela Alameda Cosme Ferreira, quando tiveram uma discussão. A motivação da briga não foi informada. A suspeita empurrou a vítima, que caiu do ônibus em movimento.

Após o ocorrido, a mulher ainda foi socorrida pelas pessoas para o Hospital e Pronto-socorro João Lúcio, mas não resistiu.

Compartilhe