Mulheres são minoria nas lideranças das empresas e têm mais chances de ocupar a presidência em companhias pequenas e de gestão familiar

Pesquisa realizada pela Talenses em parceria com o Insper revela pouco avanço no número de líderes mulheres pelo segundo ano consecutivo

Apenas 19% das empresas participantes do estudo Panorama Mulher 2018 possuem uma mulher como vice-presidente e 25% possuem uma mulher na diretoria. O estudo também mostra que a probabilidade de o cargo de presidente ser ocupado por uma pessoa do sexo feminino diminui à medida em que o número de funcionários aumenta e é menor para empresas com administração profissional quando comparadas com empresas de administração familiar.

Os dados apontam o já conhecido desequilíbrio entre homens e mulheres nas mais altas posições dentro das companhias. No total, a pesquisa levou em conta um universo de 920 respondentes, número 171% maior que o da primeira edição, realizada em 2017. As empresas respondentes têm sede no Brasil, na América do Norte e na Europa, e são de setores de atividade como serviços, indústria e comércio, entre outros.

Entre os números trazidos pelo estudo conclui-se que a probabilidade de ter uma diretora é maior na América do Norte, menor na indústria e em empresas de capital fechado e maior em empresas com administração profissional. “O estudo também apontou que apenas 32% das empresas entrevistadas possuem políticas que visam igualar o número de funcionários homens e mulheres nas lideranças e foi curioso notar que entre as que possuem e as que não possuem, a diferença de mulheres ocupando cargos de liderança é muito sutil”, analisa Luiz Valente, CEO da Talenses.

No cargo de presidente, por exemplo, as empresas da amostra revelam um percentual muito próximo de mulheres nessa posição (17% para empresas que têm políticas de diversidade e 18% para as que não têm). “Ainda é muito baixo o percentual de empresas que promovem a igualdade de gênero de maneira organizada, com processos formais. Notamos que quem hoje está mais avançado em relação a este tema iniciou esse trabalho estruturando suas políticas”, afirma Rodrigo Vianna, Diretor da Talenses e membro da Aliança para Empoderamento da Mulher.

Outro aspecto alarmante é o número de presidentes negros. Eles representam apenas 6% do total e este número cai ainda mais quando falamos de mulheres negras na presidência, apontando pouquíssima representatividade. “A pesquisa sugere com clareza uma maior dificuldade para pessoas negras avançarem aos cargos de liderança, dificuldade essa que é ainda maior para as mulheres negras do que para os homens negros”, analisa Regina Madalozzo, coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero do Insper e co-coordenadora da pesquisa.

Esta é a segunda edição do projeto que pretende contribuir e estimular as lideranças para uma discussão saudável e legítima das condições do sexo feminino no ambiente corporativo. Dessa vez, a o estudo também contou com a parceria da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) – Regional SP, que auxilia com a divulgação da pesquisa para todo o mercado.

Sobre a Talenses People That Matter

A Talenses é uma consultoria de recrutamento e seleção de profissionais de média e alta gerência, criada por um grupo com sólida e reconhecida experiência no mercado. Com escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro, a Talenses está estruturada para atender organizações das principais capitais do País, além de realizar posições de Top Management (C-Level), por meio da Talenses Executive. A empresa figura no ranking, pelo quarto ano consecutivo, das Melhores Empresas Para Você Trabalhar, na categoria Recrutamento e Recolocação.

Sobre o Insper – O Insper é uma instituição independente e sem fins lucrativos dedicada ao ensino e à pesquisa nas áreas de Administração, Economia, Direito e Engenharia. O Insper tem como missão ser um centro de referência explorando complementariedades nessas áreas. Suas atividades de ensino abrangem cursos para todas etapas de uma trajetória profissional. Em seu campus, na Vila Olímpia (SP), oferece desde cursos de Graduação (Economia, Administração e Engenharia) a cursos de Pós-Graduação (MBA, Certificates, Mestrados Profissionais e Doutorado) e de Educação Executiva (programas customizados e de curta e média duração). No âmbito da produção de conhecimento, a Instituição atua por meio de centros de pesquisa que reúnem pesquisadores em projetos visando a produção de conhecimento em políticas públicas (CPP), estratégia (CPE) e finanças (CEFI). A instituição ainda conta com um centro que estimula o empreendedorismo (CEMP). Recentemente, a instituição recebeu a acreditação EQUIS, pela European Foundation for Management Development – EFMD, e passou a pertencer ao seleto grupo de escolas de negócios, menos de 1% no mundo, que possui a Triple Crown (AMBA + AACSB + EQUIS).