“Na minha época o reajuste era pago rigorosamente no dia primeiro de maio”, disse Omar Aziz durante encontro com professores

O senador e candidato a governador do Amazonas, Omar Aziz (PSD), acompanhado do candidato a vice-governador, Arthur Bisneto (PSDB), afirmou que quando exerceu o cargo de governador do Estado, a data-base, e outros direitos dos professores, eram pagos em dia. A afirmação foi feita, no início da tarde deste sábado (18/8), durante visita a um evento onde estavam reunidos professores da rede pública do Estado, no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

“Na minha época o reajuste era pago rigorosamente no dia primeiro de maio. Não havia qualquer estresse ou duelo porque era direito da categoria e direito é direito, não é favor”, disse Omar Aziz.

A professora Ana Maria Rodrigues afirmou que, na época do governo Omar, o professor era mais valorizado e os incentivos para o setor refletiam em uma educação de qualidade para crianças, jovens e adultos. “A gente sabe que ele fez uma reforma no plano de cargos e salários, além de olhar muito pelos professores do interior, e não só na educação, mas também em outros setores. Hoje nós somos Omar porque é o único que nos representa”, acrescentou Ana.

Acompanhado de Arthur Bisneto, de candidatos a deputado federal e estadual, Omar Aziz também visitou a Grande Loja Maçônica do Amazonas, localizada na zona centro-sul de Manaus. Na conversa com professores e também com os maçons, o candidato falou sobre segurança, um dos principais problemas que atingem a sociedade amazonense nos últimos anos.

De acordo com o senador, o crime organizado deve ser combatido com planejamento estratégico, ações enérgicas das forças de segurança, capacitação e valorização dos policiais, além de ações integradas com as prefeituras, promovendo educação, saúde e lazer para os jovens.

Foto: Mauro Smith
Texto – assessoria