Nova diretoria da ADUA tomará posse na próxima terça (26)

A Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (ADUA) terá nova diretoria a partir da próxima terça (26), com a posse oficial da chapa “Adua Autônoma e Democrática”. A cerimônia ocorrerá durante Assembleia Geral (AG) que marcará o encerramento da atual gestão e a apresentação dos novos diretores da entidade, às 14h30, no auditório da seção sindical (estrada do ICHL, ao lado da TV Ufam).

Para o presidente da ADUA, Aldair Oliveira de Andrade, os dois anos à frente da entidade que atua na defesa da universidade e dos direitos dos professores da instituição foram de aprendizado, de desafios e ainda de avanços. “Enfrentamos muitas resistências, inclusive no interior da Ufam, mas a legitimidade da luta da ADUA decorre do seu horizonte coletivo. Nosso horizonte é classista e nosso embate é contra o Estado burguês”, avaliou, fazendo um balanço positivo das ações desenvolvidas ao longo do biênio.

A nova diretoria, eleita para o biênio 2018-2020, tem como expectativa dar continuidade aos trabalhos da atual gestão. “Tudo que vinha sendo feito será sem dúvida continuado e submetido à discussão geral nas assembleias e com as bases”, afirma o presidente eleito professor Marcelo Vallina, professor do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS).

A chapa recém-eleita é composta ainda pelos docentes Luiz Fernando Souza Santos (1º vice-presidente), Milena Fernandes Barroso (2ª vice-presidente), Ana Cristina Fernandes Martins (1ª secretária), Nereide de Oliveira Santiago (2ª secretária), Ana Lúcia Silva Gomes (1ª tesoureira) e Leonardo Dourado de Azevedo Neto (2º tesoureiro).

A ADUA completa, em outubro deste ano, 39 anos de luta e resistência em defesa de uma universidade pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada. A seção sindical conta com mais de 900 associados.

Imagem: Arquivo ADUA