Número de tomografias na rede estadual aumentou 13,4% em 2018

As unidades da rede estadual de saúde do Amazonas realizaram no primeiro semestre deste ano 36.863 tomografias, 4.963 procedimentos a mais que os 31.900 executados de janeiro a junho de 2017. O número representa uma média de 204 exames por dia e um aumento de 13,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA/SUS), do Ministério da Saúde.

A cobertura para este tipo de exame vai aumentar com a produção dos prontos-socorros 28 de Agosto e João Lúcio, que voltaram a oferecer o procedimento no final de agosto, e que em 30 dias cada unidade terá mais um novo aparelho funcionando, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e a Coca-Cola.

A Susam também oferece o exame por meio de agendamento, via Sistema de Regulação (Sisreg). Diferente dos prontos-socorros, nessa situação, o paciente tem a indicação do procedimento, mas não é caso de urgência. Ele aguarda em casa o agendamento do exame e é avisado da data e local por telefone ou mensagem de SMS.

Segundo dados do Sisreg, de janeiro a agosto desse ano, foram realizadas 13.066 tomografias por agendamento, uma média de 54 por dia. As unidades da Susam e clínicas conveniadas que realizam tomografia por agendamento pelo SUS são o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da Zona Norte, Fundação Hospital Adriano Jorge, Hospital Universitário Francisca Mendes, Diagmax, Magscan, Cemed, Hospital Português, Prodimagem, MI Médicos Imagens e Clínica Sensumed.

Os aparelhos do João Lúcio e do 28 de Agosto voltaram a funcionar no dia 23 e 25 de agosto, respectivamente. O Secretário estadual de Saúde, Orestes Guimarães de Melo Filho, ressalta que, no período em que os tomógrafos das duas unidades apresentaram defeito, os pacientes que precisavam dos exames estavam sendo removidos para outras unidades da rede que oferecem o serviço, como o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo e o Hospital Adriano Jorge.

“Ninguém deixou de realizar os exames. Cuidamos para que os pacientes fossem removidos em nossas ambulâncias para outros hospitais onde oferecíamos tomografia. Em alguns dias, teremos dois tomógrafos ativos no João Lúcio e no 28 de Agosto, evitando que os dois maiores prontos-socorros da cidade voltem a ficar sem oferecer o exame e ainda poderão dar suporte para a rede, aumentando a oferta de tomografias.

Segundo o secretário, os tomógrafos das duas unidades estavam sem contrato de manutenção, o que foi providenciado pela atual gestão da Susam, assim como o pagamento de dívidas herdadas de outras gestões com a fabricante dos equipamentos para esta finalidade.

De janeiro a agosto deste ano, o Platão Araújo realizou 13.269 tomografias. Neste período, a unidade localizada na zona Leste de Manaus deu suporte para o João Lúcio, também localizado na zona Leste, enquanto o Adriano Jorge, na zona a Sul deu suporte ao 28 de Agosto, na zona Centro-Sul.

Até o tomógrafo apresentar defeito, em março deste ano, o João Lúcio realizou 7.590 tomografias, uma média de 83 procedimentos por dia. Treze dias após o conserto da máquina, no dia 23 de agosto, a unidade já havia realizado 1.088 exames. Uma média diária também de 83 tomografias.