O evento discutirá as barreiras de produções e co-produções internacionais entre países de língua portuguesa

O curso de Tecnologia em Produção Audiovisual é um dos parceiros da I Jornada “Os cinemas dos países lusófonos: Brasil, Portugal, África lusófona e suas matizes”, que acontecerá nos dias 3, 4 e 5 de dezembro em Manaus, na Escola Superior de Artes e Turismo (Esat). O evento, organizado por representantes do Amazonas, Rio de Janeiro e Portugal, é aberto ao público em geral e discutirá as barreiras de produções e co-produções internacionais entre países de língua portuguesa.

Esse evento faz parte do Ciclo de Palestras em Audiovisual, um projeto de Extensão da UEA, que visa criar eventos diferenciados no mercado, gerando fortalecimento das ações de extensão do curso e do perfil do egresso.

Segundo um dos coordenadores do evento e coordenador do curso de Audiovisual da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Abrahim Baze Jr, a programação surgiu a partir da diminuição das barreiras de produções e co-produções internacionais, além de apresentar uma nova linguagem de produção e debater com alunos, professores, meio e mercado as etapas da produção e exibição com diretores, atores e convidados.

Na ocasião, também será lançado o Laboratório Interinstitucional de Artes, Performance e Audiovisual: Cinema e Vídeo (LCV-Uerj-Uff-UEA), que funcionará como um núcleo de pesquisa em cinema e audiovisual para promover a pesquisa e os projetos científicos na área. “O objetivo é fortalecer o ensino e a pesquisa de audiovisual no Amazonas”, disse Abrahim. Além disso, o evento contará com a coordenação do professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Jorge Cruz, e do professor da Universidade Federal Fluminense, Leandro Mendonça.

Temáticas

Os palestrantes abordarão as temáticas relacionadas a entender e compreender as produções e suas realidades através do “diálogo cineclubista”, com exibições e debates com os produtores. “Estamos programando ações, oficinas e encontros paralelos a exibição. Também haverá o debate após o final das sessões em linha direta com os realizadores e convidados oferecendo novas dinâmicas de aprendizagem e multiplicando experiências”, disse Abrahim Baze Jr.

Na avaliação do coordenador do curso de Produção Audiovisual da UEA, o maior legado acadêmico e técnico do evento será a instalação do LCV e a possibilidade de integração com grandes nomes do cenário brasileiro. “A I Jornada faz parte do Ciclo de Palestras em Audiovisual que visa criar eventos diferenciados no mercado, gerando fortalecimento das ações de extensão do curso e perfil do egresso do curso da UEA”, comentou Baze.

Compartilhe