Pedreiro cai de laje e morre na comunidade da Sharp

O pedreiro Alberto Arruda, de 43 anos, foi encontrado morto dentro de uma casa localizada na comunidade da Sharp, zona Leste de Manaus, na manhã desta terça-feira (19).

De acordo com populares, a família sentiu falta de Alberto após ele não comparecer na casa de parentes para tomar o café da manhã, como fazia todos os dias. O sumiço chamou a atenção dos familiares que decidiram ir até a casa onde ele trabalhava para verificar o que havia acontecido.

Os familiares encontraram o corpo dele no chão, ao lado de uma escada. A hipótese é que ele tenha caído do equipamento ao tentar subir até a laje da casa. Ele estava responsável pela residência, enquanto os proprietários viajam. A polícia ainda não descarta a hipótese dele ter sido empurrado por alguém. Porém, por enquanto, o caso é tratado como acidente de trabalho.

A perícia e o laudo de necropsia deve apontar a causa e como o pedreiro morreu de fato. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal.