PHS fecha com Meirelles e apoiará sua candidatura ao Palácio do Planalto

A candidatura de Henrique Meirelles ao Palácio do Planalto, oficializada nesta quinta-feira (2), pelo MDB já conta com o apoio de pelo menos um partido: o PHS.

Poucas horas após o fim da convenção emedebista que chancelou o nome de Meirelles à presidência, o PHS decidiu apoiar a candidatura do ex-ministro da Fazenda.

Dono de uma bancada de oito deputados na Câmara, o Partido Humanista da Solidariedade comanda prefeituras de duas capitais do país: Belo Horizonte, com Alexandre Kalil e Palmas, com Carlos Amastha.

O presidente nacional da sigla, deputado federal Marcelo Aro, de Minas Gerais, ressaltou a importância de Meirelles na condução economia do país durante os governos Lula e Temer.

“Todo mundo nos momentos de sufoco, quando necessita diz ‘chama o Meirelles’, mas agora, gente, é mais do que isso. Agora nós precisamos colocar o Meirelles na presidência da República. E o PHS defende isso, lutará por isso. Nós vamos pedir votos pelos quatro cantos do país, diuturnamente, para vermos Henrique Meirelles presidente”.

Após receber o apoio do PHS, Meirelles disse estar confiante quanto ao crescimento eleitoral de seu nome ao longo da corrida presidencial.

“Vamos trabalhar juntos. E vamos, de fato, ganhar essas eleições e conduzir o Brasil para onde o Brasil precisa: nem para um extremo, nem para o outro, para frente! Para criar empregos, criar renda e (proporcionar) saúde, educação e segurança para a população”.

Mesmo com a candidatura de Henrique Meirelles já colocada, o MDB ainda não anunciou o nome do possível vice na chapa. A definição deve ser anunciada pela executiva nacional do partido já nos próximos dias.

Com a colaboração de João Paulo Machado, reportagem Juliana Gonçalves