Polícia mandado de prisão por descumprimento de medida protetiva de urgência

“A vítima acionou a Polícia Militar, mas ele deixou o lugar antes da chegada da guarnição", disse o delegado Aldeney Goes

A equipe de investigação do 2° Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriu na tarde desta quarta-feira (25/7), por volta das 15h, mandado de prisão preventiva por descumprimento de medida protetiva em nome de um homem de 41 anos, denunciado por ter ameaçado de morte, utilizando suposta arma de fogo, a própria irmã, uma mulher de 37 anos.

O delegado Aldeney Goes, titular da unidade policial, informa que a mulher relatou, em depoimento na delegacia, que na tarde de terça-feira (24/7), por volta das 13h, o infrator, que já tinha restrições em razão de medidas protetivas em benefício dela, estabelecendo a distância do indivíduo, foi até a casa dela e a aguardou do lado de fora do imóvel, supostamente portando uma arma de fogo.

“A vítima acionou a Polícia Militar, mas ele deixou o lugar antes da chegada da guarnição. Então a mulher nos procurou, aqui na delegacia, para relatar o que havia acontecido e exigiu providências imediatas. Diante desse fato, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome do elemento para resguardar a integridade física da mulher. A ordem judicial foi expedida ontem mesmo, no Plantão Criminal”, argumentou Goes.

Conforme o delegado, o homem foi encontrado na tarde desta quinta-feira (25/7), na rua Martins Santana,bairro Morro da Liberdade, zona sul de Manaus. Ao término dos procedimentos cabíveis no 2° DIP, o indivíduo será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.