Polícia prende em menos de 24h pedreiro que roubou e agrediu fisicamente empresária de 61 anos

Agentes do 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam o pedreiro Jozinei Nogueira Anselmo, 33, chamado de “Nei”, denunciado por roubar e agredir fisicamente, na madrugada de quinta-feira (2/8), uma empresária de 61 anos. De acordo com Thomaz Vasconcelos, titular da unidade policial, o infrator foi preso pela equipe de investigação do 22º DIP na tarde de quinta-feira (2/8), por volta das 15h, na casa onde mora, situada na Comunidade Fazendinha, bairro Cidade de Deus, zona norte da capital.

“Na manhã de quinta-feira, por volta das 10h, os familiares da vítima nos procuraram no prédio do 22º DIP e explicaram que a empresária havia sido vítima de roubo, cometido por “Nei”, que prestava serviços para a mulher há cerca de um ano. A partir dessas informações, iniciamos as diligências e conseguimos efetuar a prisão do infrator”, relatou Vasconcelos.

Crime – Ao longo da coletiva de imprensa a autoridade policial relatou que o infrator trabalhava como pedreiro e, durante a execução de um serviço na casa da empresária, aproveitou a oportunidade para subtrair e fazer cópias das chaves do imóvel dela, situado na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, zona centro-sul da capital, com o intuito de furtar objetos do local.

Na madrugada do crime, Jozinei entrou na residência com a intenção de colocar o delito em prática. Na ocasião, a empresária notou a presença de alguém no quarto dela e reconheceu o infrator. “Ele sufocou a vítima e desferiu socos, que fraturaram a mandíbula dela. No momento das agressões, a empresária desmaiou. O autor subtraiu, aproximadamente, R$ 5 mil em espécie e um aparelho celular avaliado em R$ 3 mil”, disse Vasconcelos.

Revolta – A filha da empresária, uma mulher de 28 anos, participou da coletiva de imprensa e declarou que a mãe está bastante debilitada, recuperando-se em uma unidade hospitalar na cidade. “Ela desmaiou e, quando acordou, saiu da residência pedindo ajuda. Foi uma brutalidade muito grande. Sempre que podia, minha mãe ajudava ele. Agradeço o trabalho dos policiais civis envolvidos no caso por terem se empenhado na elucidação desse crime e prenderem, rapidamente, esse agressor”, argumentou.

Flagrante – Jozinei foi autuado em flagrante por roubo e lesão corporal grave. Ao término dos procedimentos no 22º DIP, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul.

FOTO: Erlon Rodrigues/ Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.