Polícia prende trio com drogas, arma de fogo e munições em Manaus

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), sob o comando do delegado Paulo Mavignier, diretor da unidade policial, prendeu em flagrante, Renan Ferreira Picanço, 34; Jorge Elias de Carvalho Cavalcante, 51, e Ranife Martins de Souza, 57, por envolvimento com o tráfico de drogas na capital. Durante a ação foram apreendidos, aproximadamente, dois quilos de drogas, arma de fogo e munições.

A ação policial ocorreu na tarde sexta-feira (24/08), por volta das 17h e foi realizada com o apoio de servidores lotados na Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). De acordo com a autoridade policial, as equipes deram início aos trabalhos após tomarem conhecimento de que um homem identificado como Renan, estaria comercializando entorpecentes na capital utilizando um carro da marca Honda, modelo Fit, de cor branca. “Ao longo de sexta-feira recebemos informações que um carro com as mesmas características que estávamos investigando, estava trafegando pelo bairro Glória, zona oeste da capital. Realizamos nossas diligências naquela área, quando avistamos o veículo na rua 5 de Junho, daquele bairro. No momento da abordagem, vimos que Renan estava conduzindo o carro e Jorge estava junto com ele. Renan chegou a atirar em nossa direção e em ato contínuo revidamos. A dupla tentou empreender fuga, mas logo conseguimos intercepta-la. Renan faz parte de uma facção criminosa que atua no Estado”, explicou Mavignier.

O diretor do Denarc destacou que ninguém ficou ferido durante a ação policial. Durante revista no automóvel, a equipe do departamento encontrou na parte de baixo do banco do passageiro, uma sacola de plástico contendo porções de substâncias ilícitas. Com Renan os policiais civis apreenderam um revólver calibre 38, com três munições intactas e duas deflagradas. “Questionamos Renan se havia mais drogas escondidas. O homem nos relatou que guardava as substâncias entorpecentes com Ranife, em um bar de propriedade dela, localizado na rua dos Inocentes, bairro Glória. Fomos até o local e realizamos revista no estabelecimento, onde encontramos uma sacola contendo substâncias entorpecentes e mais uma porção de droga. No departamento a mulher nos relatou que estava guardando o material para Renan”, disse o diretor do Denarc.

Renan e Jorge foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídio tentado e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Já Ranife irá responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do Denarc, o trio será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: DIVULGAÇÃO/PC-AM