Prato Cidadão José Azevedo abre as portas no bairro Jorge Teixeira

A quarta unidade do Prato Cidadão foi inaugurada na manhã desta terça-feira (04/09), na rua Nova Esperança, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. O novo restaurante popular funciona de segunda a sexta-feira, a partir das 11h, com capacidade de produção de 500 refeições diárias ao preço de R$ 1. O projeto do Governo do Estado é executado pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e conta com outras três unidades nos bairros Compensa, Novo Israel e Centro.

O objetivo é possibilitar condições de cidadania à população, disponibilizando almoço completo por um preço simbólico. Desde outubro do ano passado, 386.869 refeições foram servidas. “É com imensa satisfação que inauguramos mais uma unidade, visando garantir alimentação saudável e de qualidade, porque é um programa de segurança alimentar e, sobretudo, resgatando a dignidade da população mais vulnerável”, considerou o secretário executivo da Seas, Felipe Abrahim.

Vulnerabilidade – O secretário executivo destaca que o público-alvo são pessoas de baixa renda previamente cadastradas que moram, trabalham ou transitam nas proximidades do restaurante. “O serviço é direcionado para a população em vulnerabilidade social. É feito um pré-cadastro analisando as condições de renda da pessoa. Quem apresenta o perfil já fica no banco de dados e tem livre acesso para almoçar no Prato Cidadão, pagando apenas R$ 1”, frisou Abrahim.

Acessível – Já no primeiro dia de funcionamento, a fila para o almoço começou a se formar antes mesmo das 11h. A costureira Leonor Zanolin, 59, moradora da zona leste, foi uma das primeiras a chegar. “É um projeto bom para nós. Muita gente depende dessas iniciativas, seja quem passa por aqui, quem trabalha ou mora próximo. Comida de qualidade por um valor baixo assim, ajuda muito. Você não compra um lanche bom pagando apenas R$ 1, por exemplo”, afirmou.

Parceria – O restaurante do Jorge Teixeira é fruto de uma parceria com a empresa Yahama, que incentiva e fomenta programas governamentais. “Há mais de dez anos, a Yamaha participa desse trabalho do Prato Cidadão. Aqui (no bairro Jorge Teixeira), a gente entende que a comunidade precisa ainda mais do serviço do que em outras regiões que já atuamos. Nossa intenção é apoiar o governo nessas ações que integram e dignificam a sociedade”, enfatizou o gerente executivo da empresa, Anderson Chaves.

Homenagem – O restaurante foi batizado de Prato Cidadão José Azevedo em homenagear ao empresário amazonense que morreu em junho e era um dos sócios da Yamaha. “Nos sentimos muito honrados. É uma forma de validar todo o trabalho que ele fez, porque coroa a dedicação que ele sempre teve à cidade de Manaus e ao estado do Amazonas, especialmente na geração de emprego e renda”, pontuou o diretor da Yamaha, Antônio Azevedo, filho de José Azevedo.

FOTO: ROBERTO CARLOS/SECOM