Projeto do Corpo de Bombeiros melhora atendimento em Escola Especial de Manaus

O projeto tem como madrinha a presidente de honra do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza, Mônica Mendes

Com a proposta de melhorar os atendimentos na vida de crianças com deficiência em Manaus, o projeto social ‘Cão bombeiro, Cão Esperança’ do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) realizou nesta quarta-feira (30/05) a doação de um cão da raça labrador para a Escola de Educação Especial André Vidal. O projeto, que já realiza nessa escola a terapia facilitada por cães na reabilitação motora dos pacientes, tem como madrinha a presidente de honra do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Mônica Mendes.

Ao ser congratulada como madrinha do projeto, a presidente do FPS, Mônica Mendes, destacou que todo apoio é fundamental para a melhoria da qualidade de vida das famílias amazonenses. “Eu sou uma pessoa que amo cães e sei da importância que eles têm ao estimular as pessoas para a autoestima e qualidade de vida. Como Governo do Estado temos de apoiar programas que trazem essas melhorias da vida da população, e esse lado social do Corpo de Bombeiros é importante para acolher quem precisa porque queremos que outras escolas tenham esse programa”.

A solenidade foi realizada no Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (BIFMA), nas dependências do Parque Estadual Sumaúma, no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. O Projeto foi criado em abril deste ano e atende 60 crianças na Escola Municipal de Educação Especial André Vidal, bairro Parque 10 de Novembro, zona oeste. O programa oferece a modalidade terapêutica e lúdica, utilizando cães de busca como facilitador nas terapias, com a perspectiva interdisciplinar na vida dos pacientes.

O cão doado é um filhote dos cães do CBMAM e será o mascote do projeto na escola, onde será feito também um concurso para escolha do nome do animal. O comandante geral do CBMAM, coronel Marcelo Lima Freire, afirma que o programa tem obtido boa aceitação nas instituições de ensino. “Apesar do pouco tempo, temos uma adesão boa, e estamos sendo procurado por outras escolas que querem inserir o programa em suas atividades. Esse é mais um trabalho da nossa corporação que visa o bem estar de nossos cidadãos”.

Cães – O cão ‘Hope’, o mais antigo da matilha, é um cachorro de raça labrador que chegou à idade de se aposentar das atividades em selva e inicia uma nova fase dentro da corporação. Ele vai ser o principal atuante do projeto social, junto com seus outros companheiros. Os outros cães da raça labrador são o Bolt, o Hero, Bêni e Dark, que é um pastor alemão preto, da cor preta, uma cor rara, onde veio doado pelo Corpo de Bombeiro do espírito Santo.

Cuidados – Os cães são cuidados pelos seus condutores e toda a parte de alimentação e saúde é por conta do Corpo de Bombeiros do Amazonas. Os cães têm acompanhamento clínico pelos veterinários em consultas periódicas e se adoecerem ou em caso de acidente, são cuidados pelo CBMAM. Os cães moram na casa de seus condutores e assim que são acionados, ambos saem em missão. Quando não estão em missão, os seus condutores também treinam os cães todos os dias

FOTO: HERICK PEREIRA (FPS)