Receita Federal alerta contribuintes sobre golpe por e-mail

Os contribuintes de todo o país devem ficar atentos para uma tentativa de golpe feita por e-mail em nome da Receita Federal. De acordo com supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o órgão não envia mensagens via e-mail, nem autoriza terceiros a fazê-lo em nome da instituição. “Sempre esta época de entrega de declaração, de consultas dos extratos da declaração, o contribuinte está curioso para saber se está na malha, se a sua restituição vai sair logo, então pessoas de má fé se utilizam da imagem da Receita para tentar iludir o contribuinte e passar e-mails falsos. A Receita não manda e-mail de forma alguma.”

As mensagens falsas enviadas indevidamente usam nomes e timbres oficiais da instituição e aparecem em telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, na tentativa de obter de forma ilegal informações cadastrais, fiscais e principalmente financeiras. O cidadão que receber um e-mail deste não deve abrí-lo, pois isto pode causar danos ao computador do usuário, além de poder capturar informações confidenciais. É o que explica o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir. “A Receita recomenda não abrir estes e-mails para evitar que estas pessoas se obtenham de alguns dados cadastrais, dados financeiros. Portanto, todo cuidado com estes e-mails.”

É válido ressaltar que na Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física 2017 foi solicitado o e-mail do contribuinte apenas para o complemento do cadastro. A única forma de comunicação eletrônica com a instituição é por meio do Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, por meio da página idg.receita.fazenda.gov.br/interface/atendimento-virtual. Para esclarecimentos de dúvidas ou informações adicionais, os contribuintes podem procurar as unidades da Receita Federal.

Reportagem, Cintia Moreira