Reestruturação do Manausmed é apresentada ao Sinteam em audiência

O plano de reestruturação do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed) que está em andamento foi apresentado nesta quarta-feira, 13/6, para representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), em audiência na Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), zona Centro-Sul.

As principais ações de melhoria do serviço foram detalhadas pelo secretário da Semad, Lucas Bandiera, e pelo subscretário do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed), Roberto Valiante.

Atualmente com 44 mil beneficiários, o Manausmed é vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) e administrado pelo Fundo de Custeio do Plano de Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Funserv), com garantida autonomia de atuação.

De acordo com o secretário da Semad, Lucas Bandiera, ações do Programa de Valorização do Servidor e Qualidade de Vida vêm sendo implementadas para a melhoria do Manausmed desde o ano passado. “Uma comissão técnica fez um levantamento de alguns cenários que foram encaminhados ao prefeito para que (o Manausmed) possa continuar exercendo as suas funções e ampliar o atendimento às demandas por consulta e exames laboratoriais.”

O diretor-presidente do Manausmed, Roberto Valiante, destaca que está em andamento um processo para o lançamento de um edital de credenciamento de novos médicos, clínicas e laboratórios. Ele explicou ainda, até outubro deste ano, o Manausmed deverá descentralizar o atendimento aos segurados para autorização de exames. “Vamos lançar, também, o Guia Médico em aplicativo para facilitar o acesso à rede credenciada.”

O diretor-presidente anuncia ainda que, para garantir as melhorias e reequilibrar as contas do Manausmed, a partir do mês de julho, o desconto em folha será reajustado. Ele explicou que para estatutários, temporários e comissionados, o desconto será reajustado de 2% para 3% do salário. Já os celetistas passarão a contribuir com 6% do salário.

O presidente do Sinteam, Marcos Libório, frisou que os avanços apresentados refletem resposta às necessidades dos servidores que vêm sendo discutidas. “Alguns dos pontos apresentados atendem nossa categoria e em outros nós esperamos avançar.”

Caso o servidor não tenha mais interesse em manter o plano após o reajuste, até o próximo dia 10/7 estará aberto o prazo para cancelamento. O titular deve entrar com processo administrativo na sede do Manausmed dentro desse prazo para que o reajuste não entre no contracheque de julho.

O plano de saúde do servidor municipal funciona de segunda a sexta, com atendimento ao público das 8h às 14h, narua Belo Horizonte, 777, Adrianópolis, zona Centro-Sul.