Réus da operação ‘Maus Caminhos’ são ouvidos pela Justiça

A Justiça deu início nesta terça-feira (14) à audiência de interrogatório dos réus no principal processo decorrente da operação “Maus Caminhos”. Os réus são acusados de integrar esquema de desvio de recursos públicos da saúde. Um dos denunciados pelo Ministério Público Federal é o médico Mouhamed Moustafa, apontado como o chefe da organização criminosa.

A audiência ocorre no auditório da Justiça Federal, em Manaus. Serão ouvidos Mouhamad Moustafa, Alessandro Viriato Pacheco, Jennifer Nayiara Yochabel Rufino Corrêa da Silva e Priscila Marcolino Coutinho.

Jeniffer foi a primeira a ser ouvida. Ela fechou delação premiada. Ao todo, 16 pessoas são acusadas de envolvimento no esquema de desvio de recursos do sistema de saúde pública do estado.

De acordo com o MPF, todos foram acusados de integrar a organização criminosa e as penas podem chegar a até 12 anos. Parte dos acusados também foi denunciada por embaraçar as investigações, podendo pegar pena de até 20 anos por conta dos crimes.

Entenda o caso

As investigações constataram que o Instituto Novos Caminhos (INC) concentrava repasses vultosos feitos pelo Fundo Estadual de Saúde do Estado do Amazonas. De abril de 2014 a dezembro de 2015 foram repassados ao INC mais de R$ 276 milhões.

Compartilhe