Rodoviários de Manaus ameaçam parar de novo por falta de salários

Manaus – Uma reunião realizada na tarde desta quinta-feira (5) vai decidir se Manaus ficará sem ônibus nos próximos dias. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do transporte Rodoviário de Manaus, os pdofissionais estão próximos de tomar uma decisão idêntica à que ocorreu entre os dias 27 de maio a 04 de junho desse ano, quando pararam 100% da frota de ônibus em Manaus, por sete dias consecutivos.

Agora o motivo para a greve é o atraso no pagamento de três meses de salários, atrasos no pagamento do vale e do lanche dos trabalhadores. Ainda segundo a categoria, as empresas do transporte público em Manaus também não estão efetuando o pagamento das cestas básicas e o plano de saúde.

Mais de 200 mil usuários do transporte em Manaus podem ser prejudicados

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir de Oliveira, denuncia ainda que há represálias dentro das garagens para quem ousa questionar os atrasos. Ele alega que há excessos de demissões por justa causa e profissionais com férias vencidas.

O Sindicato marcou coletiva de imprensa nesta tarde, a partir das 16h, para anunciar ou não a paralisação dos coletivos.

Compartilhe