Sábado – Campanha Nacional contra Sarampo e Pólio tem um novo dia D

Municípios que não alcançaram a cobertura de 95%, durante a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo, terão um novo Dia D, neste sábado (1º/09), para que possam atingir a meta. No Amazonas, oito municípios do interior alcançaram, até esta quinta-feira (30/07), a meta para a poliomielite e sarampo. A capital, Manaus, atingiu a de sarampo, mas ainda não alcançou a de poliomielite.

Os municípios que ainda não atingiram a meta deverão abrir os postos de saúde no Dia D. A orientação para uma nova mobilização é do Ministério da Saúde, que encaminhou informe técnico aos estados e municípios, recomendando o novo dia de mobilização.

A recomendação foi reforçada, no Amazonas, pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam) aos municípios, que são responsáveis pela vacinação. Segundo o secretário estadual de Saúde, Orestes de Melo Filho, todos estão abastecidos com as doses de vacina necessárias para atender a demanda e precisam se mobilizar para alcançar a meta da campanha. “Sem a cobertura necessária, não temos como barrar a expansão do sarampo e prevenir contra uma possível entrada da poliomielite, que é uma doença grave, por causar a paralisia infantil”, reforçou.

No Amazonas, por ocasião do surto de sarampo, a vacina é obrigatória para crianças de seis meses até menores de cinco. Para a pólio, a faixa etária é a mesma nacional – 12 meses a menores de cinco anos de idade.

Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o resultado parcial da campanha aponta que, no Amazonas, até o momento, foram vacinados, contra o sarampo, 82,8% do público-alvo, correspondendo a 252.460 crianças. Para poliomielite, a cobertura é de 67.53%, ou seja, 205.905 crianças imunizadas. A cobertura da vacina contra o sarampo é maior, porque Manaus antecipou a campanha, desde abril, em função do surto na cidade, já tendo alcançado 103,02% de cobertura. Contra a pólio, a cobertura vacinal na capital é de 69,7%.

De acordo com a coordenadora estadual de imunização da FVS, Izabel Nascimento, para os municípios que alcançaram a meta de 95%, a campanha termina nesta sexta-feira (31/08). Já os demais, que seguem com coberturas inferiores à meta, devem promover uma grande mobilização social para chamar a atenção da população para a importância de proteger as crianças menores de cinco anos contra sarampo e pólio.

Izabel acrescenta que contra sarampo e pólio só a vacina protege. “Sarampo é uma doença séria e que pode levar à morte e a poliomielite pode causar sequelas gravíssimas comprometendo o desenvolvimento do indivíduo. Por isso, pais, protejam suas crianças”, salienta.

Segundo o balanço parcial da campanha, os municípios com as melhores coberturas e que já alcançaram a meta para poliomielite são: Amaturá (114%), Uarini (110%), Apuí (106%), Tefé (104%), Santo Antônio do Içá (98%), Anamã (95%), Barreirinha (95%) e São Sebastião do Uatumã (95%). Para sarampo, as coberturas mais elevadas são dos municípios de Amaturá (114%); Tefé e Uarini com (107%), Apuí (106%), Manaus (103%), Santo Antônio do Içá (98%), Anamã (97%) São Sebastião do Uatumã (95%) e Barreirinha (95%).

Ainda de acordo com o balanço, os municípios de pior cobertura para pólio são: Japurá (24%), Ipixuna (29%), Caapiranga (30%), Anori e Envira (38%). Para o sarampo os municípios com coberturas baixas são: Japurá (20%), Rio Preto da Eva (22%), Ipixuna e Caapiranga (29%) e Tapuá (33%).

Izabel observa que muitas equipes de imunização das secretarias municipais estão em comunidades ribeirinhas e rurais. “A atualização do sistema de informação é on line e, por isso, há um atraso da alimentação desses dados, devido à falta de internet nas comunidades. Mas sem dúvida, acredito que vamos, sim, alcançar a meta, quando todos retornarem para inserir os dados no sistema”, esclareceu.

Boletim de Sarampo – Conforme a 23ª edição do Boletim Epidemiológico do Surto de Sarampo no Amazonas, divulgado pela FVS na última terça-feira (28/08), o Estado tem confirmados quatro óbitos em decorrência da doença – dois em Manaus e dois em Autazes. Ainda conforme o boletim, são 8.595 casos notificados de sarampo, distribuídos em 45 municípios. São 1.211 casos confirmados, sendo 852 em Manaus, 194 em Manacapuru e 163 nos seguintes municípios: Itacoatiara (44), Autazes (21), Coari (24), Parintins (20), Iranduba (16), Rio Preto da Eva (13), Novo Airão (11), Presidente Figueiredo (10) Tapauá (03) e Barcelos (01).

Entre os municípios com o maior número de notificações estão Manaus, com 6.958 casos, e Manacapuru, com 911. Entre os municípios que também têm notificação, estão Itacoatiara, com 109 casos, Parintins, com 70, Iranduba com 64, Coari com 49, Autazes com 45, Rio Preto da Eva com 42, Manaquiri com 40, Novo Airão com 32 e Careiro com 30.

FOTO: Roberto Carlos / Secom