Sangue tem prazo de validade? Especialistas esclarecem dúvidas

Você sabe o que acontece com o sangue após a coleta? Sangue tem prazo de validade? Para responder as essas perguntas, é necessário antes conhecer a composição do sangue. Quando a bolsa é coletada, ela pode ser dividida em até quatro componentes, que podem atender até quatro pessoas diferentes. Uma parte da coleta é usada para testagem, e o sangue fica armazenado até sua liberação. Uma vez liberado, é transportado, dentro de parâmetros de qualidade, para os locais onde serão realizadas as transfusões. O coordenador geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Dr. Flávio Vormittag, explica quais são os hemocomponentes e como eles são separados. “O sangue, ele é composto de vários elementos. O sangue é um conjunto de células, substâncias, anticorpos, glóbulos vermelhos, glóbulos brancos. E hoje você têm técnicas que você consegue separar os elementos para dar o destino mais adequado para o paciente. Uns precisam só de plaquetas, outros precisam só de glóbulos vermelhos e, com isso, nós podemos multiplicar a utilização desse sangue doado.”

Um dos componentes derivados do sangue é o concentrado de hemácias, que dura em média de 35 a 42 dias, dependendo do tipo de anticoagulante utilizado na bolsa. O concentrado de plaquetas tem validade curta, dura em média apenas cinco dias, devendo ser mantido em agitação contínua e em temperatura entre 20 e 24 graus positivos. Já o plasma fresco congelado, quando armazenado adequadamente, pode durar por até um ano a 20 graus negativos ou dois anos, se acondicionado a 30 graus negativos. O diretor do Hemorio, Luiz Amorim, exemplifica em quais situações cada um dos hemocomponentes pode ser utilizado. “A gente produz concentrado de glóbulos vermelhos, que é usado para tratamento de anemia, cirurgias. O segundo produto é o plasma, que é usado para reposição de fatores da coagulação. E o terceiro produto são os concentrados de plaquetas. Pessoas que fazem, por exemplo, quimioterapia tem um número de plaquetas muito reduzido e aí se tem um risco de ter sangramentos espontâneos. Para prevenir os sangramentos espontâneos, a recomendação é o uso de transfusão de concentrado de plaqueta.”

Agora que você já sabe o que acontece com o sangue após a coleta, procure um hemocentro próximo a sua casa. É importante conhecer as condições básicas para a doação e ser sincero na entrevista que antecede o procedimento. Para doar sangue, as pessoas precisam ter entre 16 e 69 anos, bom estado de saúde e pesar no mínimo 50 quilos. No dia da doação, é necessário levar documento de identidade com foto. Depois da doação, é indispensável ingerir bastante líquido e tomar o lanche que o local de coleta oferece. Doe sangue regularmente e ajude a quem precisa. Para mais informações, acesse saude.gov.br/doesangue.

loading ...