SAÚDE DA MULHER: Projeto de incentivo ao parto normal terá participação de 28 hospitais

Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

Mais uma iniciativa do Ministério da Saúde para reduzir o número de cesáreas desnecessárias no país. Nesta sexta-feira, o ministério, a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar e o Hospital Israelita Albert Einstein anunciaram os hospitais selecionados para participar de um projeto que incentiva o parto normal. Esse projeto foi desenvolvido pela ANS para identificar modelos inovadores de atenção ao parto, capazes de promover a melhor qualidade do cuidado e a segurança da mulher e do bebê. Os escolhidos para participar do projeto foram 23 hospitais privados e cinco maternidades do SUS.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, explica que a intenção é conscientizar toda a rede obstétrica do país. “Oitenta e quatro por cento dos partos hoje no setor privado são cesarianas e isso é inaceitável. Isso aumenta a mortalidade materna, aumenta a mortalidade infantil, aumenta a prematuridade e nós precisamos, juntos, encontrar soluções. Isso significa reorganizar a assistência obstétrica, reorganizar o papel das operadoras, mas acima de tudo, estabelecer novas práticas. Nós temos a necessidade de interromper o crescimento anual da taxa de cesarianas. Mas nós entendemos que as mudanças serão nas circunstâncias que a cesariana precisa ser indicada e o parto normal nas condições que o parto normal deve e pode ser indicado.” O ministro Arthur Chioro também explicou que a mudança no modelo de atenção ao parto propostas pelo projeto que incentiva o parto normal vai qualificar os profissionais para melhorar a assistência às mães e aos bebês. “Essas maternidades conquistarão ao longo desses dezoito meses, uma elevação da sua referência. Elas serão vistas por todos aqueles que usam e precisam do serviço de saúde, como maternidades mais seguras e com profissionais mais comprometidos com uma assistência de qualidade e humanizada.”
Para conhecer os hospitais e as maternidades que foram selecionadas para participar do projeto que incentiva o parto normal acesse o site do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br.
Reportagem, Diane Lourenço

Compartilhe