Secretário do AM burla Lei Eleitoral e pode ser condenado ao ‘puxar saco’ de Amazonino

Manaus – O atual secretário de comunicação do Amazonas pode ser multado e condenado por propaganda antecipada na internet em favor do governador Amazonino Mendes. Neste domingo (29), Célio Júnior postou no Facebook um vídeo do patrão.

A Lei 13.165/2015, também conhecida como Reforma Eleitoral 2015, diz que a propaganda de candidatos a cargos eletivos somente é permitida após o dia 15 de agosto do ano da eleição.

Segundo o que determina a Lei, Célio Junior se excedeu ao divulgar i vídeo onde Amazonino aparece em propaganda pré-eleitoral.

Segundo a lei Lei n.º 9.504/97, a violação gerará multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), ou ao equivalente ao custo da propaganda.

As publicações deram o que falar no meio político

Publicações

As publicações são permitidas apenas para amigos de Célio Júnior, que já foi chefe da fotografia do jornal A Crítica. O secretário ainda utiliza a hastang #FecheiComAmazonino em todas as postagens do chefe estadual. A reportagem tentou contato com Célio pelo telefone 984**-**34, mas o número estava desligado.

Compartilhe