SEDUC lança cursinho pré-vestibular gratuito: o Projeto Conquistar

Serão disponibilizados 650 videoaulas, com duração de 25 minutos, 600 apostilas, 6.900 questões complementares e 1.500 dicas rápidas

Com uma plataforma digital repleta de conteúdos direcionados à preparação dos estudantes da rede pública estadual do Amazonas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); para o Processo Seletivo Contínuo (PSC), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM); e para o Sistema de Ingresso Seriado (SIS), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino do Amazonas (SEDUC/AM) lançará, no próximo sábado, dia 28 de julho, o Projeto Conquistar (cursinho pré-vestibular da SEDUC).

Para o secretário de Educação do Amazonas, professor Lourenço Braga, o projeto é um reforço na preparação dos alunos da rede estadual para os exames de acesso às Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado. “Nossos professores, em nossas escolas, já desenvolvem um trabalho belíssimo de preparação dos alunos para os exames de acesso ao Ensino Superior. E o programa Conquistar se apresenta como mais uma ferramenta de apoio a esse trabalho”, destacou.

O lançamento do projeto será realizado no Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta, na sede da Secretaria de Educação, na Avenida Waldomiro Lustoza, nº 250, Japiim 2, na zona sul de Manaus, a partir das 9h. O evento será transmitido via Centro de Mídias de Educação (Cemeam) a todo o interior do Estado e será marcado, ainda, por uma aula inaugural, com a presença de 200 estudantes de escolas da capital.

A plataforma do projeto poderá ser acessada pelo computador, tablet ou smartphone pelo endereço eletrônico https://conquistar.am.gov.br/ e será composta por videoaulas de todas as disciplinas do Ensino Médio, dicas rápidas, conteúdo on-line (material didático relativo a cada aula), além de exercícios complementares compostos entre 5 e 10 questões com respostas e comentários para cada aula.

O secretário Lourenço Braga ressaltou que a plataforma beneficiará mais de 180 mil estudantes matriculados no Ensino Médio nas escolas da rede pública estadual, além de egressos da rede, concurseiros e qualquer pessoa que deseja uma vaga no Ensino Superior.

“A vantagem é que o aluno que não tenha acesso a um cursinho preparatório para vestibulares ou para concursos vai ter acesso a esse conteúdo, porque o cursinho tem os macetes, as dicas. O material vai ser construído de acordo com os cursinhos preparatórios. Tudo que se faça para proporcionar o acesso do aluno ao conteúdo, seja no banco escolar, com os professores, seja com tecnologia, seja com os cursinhos pré-vestibulares, é positivo. Essa é mais uma ferramenta. O aluno vai ter a possibilidade de ter aulas de qualidade de cursinho on-line. Os professores em sala de aula vão ter acesso a esse material também para complementar as suas aulas. Todas as pessoas que entrarem e fizerem um pré-cadastro na plataforma vão poder utilizar esse material”, destacou.

Plataforma

O coordenador do projeto, professor João Batista Gomes, explica que os conteúdos terão atualizações diárias. “Os conteúdos da plataforma serão atualizados diariamente, com novas aulas, novas dicas rápidas e novos exercícios complementares. A plataforma funcionará ininterruptamente, com conteúdo postado para os alunos até a véspera dos três vestibulares: UEA, ENEM e UFAM”, disse Gomes.

Gomes ressaltou, ainda, que, ao todo, são mais de 650 videoaulas programadas, com duração de 25 minutos. Além disso, os usuários da plataforma terão acesso a um amplo material didático, com mais de 600 apostilas.

Para garantir assimilação dos conteúdos, estão programadas aproximadamente 6.900 questões complementares e 1.500 dicas rápidas.

“O aluno que seguir os passos da plataforma terá o seu desempenho avaliado a cada sequência de exercícios complementares. De acordo com o desempenho, o sistema vai liberando mensagens de incentivo para que o aluno se sinta motivado”, explicou o coordenador.

Aulas aos sábados

Segundo a gerente de Mídias e Conteúdos Digitais da SEDUC, Sabrina Araújo, além dos conteúdos disponibilizados na plataforma, os alunos da rede estadual também terão acesso a aulas aos sábados, transmitidas pelo Centro de Mídias de Educação. “Todos os alunos do Ensino Médio poderão se cadastrar na plataforma, acessar os conteúdos e também participar das aulas ao vivo aos sábados. E além dos que estão no Ensino Médio, a comunidade interessada também pode se cadastrar e se preparar para conquistar uma vaga no Ensino Superior. A plataforma conta ainda com ferramentas de interação através de comentários onde os alunos podem fazer perguntas e tirar dúvidas com os professores. Ela também possui ferramentas de gamificação com medalhas digitais e ranking de progresso dos estudantes”, explicou Araújo.