Seduc promove I Mostra Musical de Fanfarras Escolares reunindo 23 bandas no Anfiteatro da Ponta Negra

Reunindo mais de 1,2 mil músicos instrumentistas, estudantes da rede pública estadual de educação, o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promoveu na noite desta sexta-feira (28) no Anfiteatro da Ponta Negra, zona oeste de Manaus, a I Mostra Musical de Fanfarras Escolares do Amazonas.
Durante o evento, 23 grupos musicais formados em escolas públicas estaduais do Amazonas expuseram o seu talento para um grupo de mais de dois mil expectadores.

O evento, segundo o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, teve como objetivo apresentar para a sociedade os resultados de projetos desenvolvidos no decorrer do ano letivo em escolas da rede pública estadual de ensino. “A Mostra foi um marco para o projeto de fanfarras escolares e com ela, compartilhamos com a sociedade o belíssimo trabalho musical que as escolas estão realizando”, afirmou o secretário.

Vinte e três escolas públicas estaduais participaram do evento, sendo elas as unidades de ensino: Balbina Mestrinho, Ruy Araújo, Estelita Tapajós, Tiradentes, Nelson Alves Ferreira, Raimundo Gomes Nogueira, Sólon de Lucena, Presidente Castelo Branco, Benjamim Magalhães, Governador Melo e Póvoas, Jorge Karan Neto, Isaac Swerner, Padre Luís Ruas, Doutor José Milton Bandeira, Cid Cabral da Silva, Dom Milton Corrêa Pereira, Ernesto Pinho Filho, Inspetora Dulcineia Varela, Dorval Varella Moura, Samuel Benchimol e as escolas de tempo integral (EETI) Djalma da Cunha Batista, Sen. Petrônio Portela e Altair Severiano Nunes.

A abertura do evento ficou por conta da apresentação da escola estadual Djalma Batista e o encerramento, pelo grupo musical da escola estadual Petrônio Portela, que participará no próximo ano de uma competição do segmento na Dinamarca.

De acordo com o Departamento de Gestão Escolar da Seduc, a Mostra não foi competitiva, e buscou contribuir com o aperfeiçoamento das habilidades dos estudantes, uma vez que o projeto de fanfarras desenvolvido nas escolas, além de contribuir com a formação artística e musical dos alunos, contribui com o processo de ensino e aprendizagem ao potencializar o raciocínio lógico-matemático, aumentar a criatividade, aprimorar a coordenação motora, a disciplina e o desenvolvimento da concentração.

Destaques

O trabalho realizado nas escolas através das bandas (fanfarras, banda marcial e banda de música) já renderam frutos e reconhecimento nacional. No último mês de agosto, por exemplo, a banda marcial da escola estadual Petrônio Portela conquistou classificação para participar do Campeonato Mundial de Bandas de Marcha e Show (World Championship of Marching Show Bands) que será realizado, em 2015, na Dinamarca.