Seind e MDA entregam equipamentos para o fortalecimento da Agricultura Indígena no rio Negro no próximo dia 31

Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind), e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), entregam no próximo dia 31 (terça-feira), às 15h30, em Manaus, os primeiros bens e equipamentos do programa Território Rio Negro da Cidadania Indígena. A cerimônia será no porto fluvial do bairro São Raimundo, na zona oeste, e o material irá beneficiar as comunidades indígenas dos municípios de Santa Isabel do Rio Negro, Barcelos e São Gabriel da Cachoeira (a 858 quilômetros de Manaus), em ações que vão desde o desenvolvimento social, à organização sustentável da produção, saúde, educação, cultura, infraestrutura e ações fundiárias.

O programa Territórios da Cidadania foi lançado pelo Governo Federal em 2008, por meio do MDA, com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico e universalizar programas básicos de cidadania, numa estratégia de desenvolvimento territorial sustentável para as populações, entre as quais as indígenas.

Nesta primeira etapa, o investimento do Governo do Amazonas (por meio da Seind) no Território do Rio Negro é da Ordem de R$ 2,2 milhões (2.213.300,00), desenvolvido em parceria com o Governo Federal, por meio do MDA.

Na terça-feira serão entregues quatro barcos: dois para São Gabriel da Cachoeira e dois para Barcelos; uma picape para Barcelos, um ônibus para São Gabriel da Cachoeira e uma retroescavadeira para Santa Isabel do Rio Negro (a 631 quilômetros de Manaus). Posteriormente, até o fim do mês de abril será concluída a entrega de mais seis barcos para as comunidades indígenas.

As embarcações estão equipadas com motores que variam de 50 a 114 cavalos e servirão para o transporte dos produtos que fazem parte do dia a dia dos indígenas.

Aproximadamente 40 mil pessoas serão beneficiadas com a entrega dos equipamentos, o equivalente a 70% da população territorial total.
Em São Gabriel da Cachoeira, o programa beneficia comunidades como Cabari, Fonte Boa, São Jorge, Santo Antônio e Assentamento Theotônio Ferreira. Em Santa Isabel, os benefícios chegam a Campina do Rio Preto, Ilha do Chile, além de diversas famílias espalhadas pelo município. O mesmo ocorre em Barcelos.

Compartilhe