Sejel leva atividades físicas e de lazer a idosos do Morro da Liberdade

O projeto Vidativa, da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) tem beneficiado mais de 60 idosos que moram na região do bairro Morro da Liberdade, zona sul de Manaus. Na noite de segunda-feira (25/06), muita música, atividades físicas, dança e canto marcaram o final da tarde do público da terceira idade.

Com apoio do Governo do Amazonas, o programa, no caso do Morro da Liberdade, funciona nas instalações da Associação das Donas de Casa do bairro, que oferece outros serviços à comunidade, como balé, jiu-jitsu, aulas de hip hop e atendimento psicológico. O funcionamento acontece das 17h às 18h, todas as segundas e quartas-feiras.

Presente nas atividades, o secretário da Sejel, Manoel Almeida, falou sobre a importância do projeto para as pessoas. “Nós, do Governo do Amazonas, estamos fazendo nossa obrigação. Levar à população serviços que serão revertidos em saúde é o nosso papel na frente da secretaria. O governador Amazonino determinou que cuidássemos das pessoas, é assim que estamos trabalhando”, destacou o titular da pasta.

Para a dona de casa Socorro Lima, que já sofreu Acidente Vascular Cerebral (AVC), participar do Vidativa tem melhorado a qualidade de vida dela. “Eu tinha bastante dores, mas acabou depois que comecei a frequentar aqui. Pratico hip hop também e espero que continue por muitos e muitos anos porque me sinto bem e disposta”, disse a senhora de 70 anos de idade.

O Projeto – Voltado para a terceira idade, visa promover ações de inclusão social, por meio de atividades esportivas, sociais, artísticas, culturais, socioeducacionais, preventivas, de saúde, entretenimento e de lazer. O Vidativa oferece atendimento psicológico, com assistente social, educador físico, fisioterapeuta e nutricionista.

Está presente em 44 grupos/associações de idosos, sendo 38 em Manaus, e os demais em municípios do Estado, como Rio Preto da Eva, Manacapuru, Iranduba, Parintins, Cacau Pirêra, Novo Airão e Presidente Figueiredo.

FOTO: TÁCIO MELO/SEJEL