Semana Nacional Antidrogas mobiliza alunos em Manaus

Com o objetivo de alertar a população acadêmica sobre os riscos do uso de drogas lícitas e ilícitas, orientando a respeito dos malefícios causados por essas substâncias, o Centro Literatus se une à Semana Nacional Antidrogas, promovendo atividades educativas. O evento acontece entre os dias 18 e 20, nas unidades das avenidas Paraíba e Djalma Batista. A expectativa é mobilizar cerca de mil alunos da Instituição.

“Durante a semana, iremos desenvolver o Programa de Prevenção às Drogas, através de palestras, vídeos, discussões e debates, buscando atingir os alunos, com o intuito de promover a reflexão sobre as consequências trazidas pelo vício”, informou a Coordenadora responsável pelo evento, Macilândia Leão.

Entre as palestras abordadas está a de Drogas Ilícitas, com destaque o tabaco, uma das que mais preocupa os especialistas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) deverá ser a terceira principal causa de mortes até 2020. Hoje, vítima mais de 200 milhões de pessoas, 7 milhões delas no Brasil, onde 40 mil morrem por ano.

Além da queima de substâncias tóxicas, contidas na exaustão de diesel dos automóveis e queima de produtos químicos, a fumaça do cigarro é a principal responsável pela doença (cerca de 90% dos casos) e de 85% das mortes que provoca, segundo o Ministério da Saúde.

Alucinações, aumento dos batimentos do coração, da temperatura, crises de ansiedade e até a morte são alguns dos efeitos colaterais das drogas. A estimativa é que cerca 250 milhões de pessoas em todo o mundo consomem algum tipo de entorpecente. Desse total, quase 30 milhões apresentam transtornos relacionados ao consumo, incluindo a dependência, segundo dados do Relatório Mundial sobre Drogas do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc).