Seminário: Alexandre destaca oportunidade de discussão dos problemas de Parintins

Durante a abertura do Seminário Parintins 2015: Sonhos, Desafios, Potencialidades e Sugestões realizada na manhã desta quinta-feira, o prefeito Alexandre da Carbrás destacou a oportunidade do poder e sociedade discutirem e enfrentarem juntos problemas comuns as cidades brasileiras.

O seminário segue até sábado no auditório Dom Arcângelo Cérqua onde serão explanados temas como serviço público, qualidade de vida, agricultura, associativismo, cooperativismo, empreendedorismo, além do enfretamento as drogas, gravidez precoce, desemprego e outras mazelas sociais.

De acordo com o prefeito de Parintins, a presença significativa do público e dos palestrantes vindos de outros pontos do país é algo a ser destacado mediante a vontade dos cidadãos em participar de uma mudança na realidade do município. Alexandre agradeceu os convidados que trazem experiências de sucesso como no município de Vilhena (RO) que hoje conta com maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Norte do país, mesmo tendo apenas 35 anos de fundação.

Segundo o chefe do executivo parintinense, os palestrantes enfrentaram crises em suas cidades ou estados e com ações positivas e apoio da sociedade conseguiram êxito para coletividade. “Essas pessoas estão aqui sem nenhum ônus ao município atendendo a um pedido nosso. Convido a todos, funcionários públicos, universidades, membros de movimentos sociais, todos estão sendo esperados. Temos desafios e sabemos que com experiência, vontade e apoio iremos vencer”, enfatizou.

Ernani Amaral, da Associação Administrativa da Área Urbana de Vila Amazônia acompanhou a primeira palestra que tinha como destaque o sistema de previdência utilizado por algumas prefeituras. “São muitas as vantagens e é possível subsidiar o desenvolvimento do próprio município com essas ações”, avaliou.

Entre os palestrantes estão, José Rover, Heitor Tinti (prefeito e ex prefeito de Vilhena-RO), Edson Lustosa (Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Cidadania do Rondônia e Fernando Valente (ex-diretor da UFAM) entre outros.