SESI e SENAI selecionam alunos para intercâmbio nos EUA

Os estudantes amazonenses Gabriel Alves e Felipe Monteiro, ambos de 15 anos, estão entre os 100 alunos dos departamentos regionais do SESI e SENAI de todo o Brasil selecionados para participar de intercâmbio nos Estados Unidos. A seleção foi a segunda etapa do Programa Conexão Mundo.

Desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (SESI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em parceria com a ONG americana US Brazil Connect, o Conexão Mundo anunciou, na última quinta-feira (27), os alunos selecionados para o intercâmbio, durante a certificação da primeira turma do programa no Amazonas formada por 25 alunos.

Empolgado com a viagem para os EUA, Gabriel disse que o curso foi fundamental para o domínio do idioma inglês, e que conseguiu evoluir bastante tanto na pronúncia quanto no vocabulário. O aluno disse que o diálogo constante com as professoras americanas foi o diferencial do curso, o que facilitou muito o aprendizado. “Como as professoras não dominavam o português, os diálogos sempre em inglês exigiram muito do aluno, mas facilitaram a compreensão do idioma”, disse.

Para Gabriel, o curso vai abrir as portas para quem quer trabalhar em empresas multinacionais do Polo Industrial de Manaus (PIM). Ele pretende fazer o curso de astronomia em uma faculdade de São Paulo.

Com carga horária de 340 horas, o Conexão Mundo é gratuito e teve início em abril deste ano com alunos do EBEP, modalidade que alia a educação básica do SESI à educação profissional do SENAI, coordenado pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM). O curso contempla etapas a distância e presencial.

A coordenadora do Programa Conexão Mundo, Luana de Freitas, disse que alguns alunos iniciaram o curso sem nenhum conhecimento e que hoje já conseguem compreender e falar o idioma. De acordo com Luana, o aprendizado foi de forma lúdica, brincando, e que o conhecimento foi adquirido normalmente. Luana disse também que além do domínio do Inglês, os alunos aprenderam outros valores, como respeito, determinação, comportamento e autogestão.

Chave do conhecimento

O diretor técnico do SENAI, Rogério Pereira, disse durante a solenidade que hoje vivemos numa sociedade que cada vez mais se fortalece com o conhecimento e que está havendo uma migração de valores na economia para países que detêm esse conhecimento. De acordo com Pereira, empresas, como Apple e Microsoft não têm patrimônio físico, mas pessoas altamente qualificadas e que o conhecimento será a mola propulsora para o crescimento dos países no futuro.

A gerente de Educação do SESI, Rita Machado, disse que a vida é feita de escolhas e oportunidades e que os alunos tiveram determinação para participar do curso, abrindo mão de outras atividades. A gerente disse que em razão do sucesso será realizada, no próximo ano, a segunda edição do Conexão Mundo que certificou este ano em todo o país mais de 2 mil alunos.

Compartilhe