Sidney Leite cobra mais uma vez soluções para Segurança Pública do Estado

“É revoltante ver a população amazonense à mercê de bandidos e traficantes. As pessoas não têm mais direito de ir e vir. Passageiros de ônibus, comerciantes, jovens, mulheres e as famílias de todos os municípios estão vivendo atrás das grades para se proteger”.

Este foi o desabafo do deputado estadual Sidney Leite (PSD), na quinta-feira (19), após a divulgação de mais uma série de crimes e violência em Manaus, como o da criança de sete anos que levou um tiro na cabeça enquanto fazia compras em um mercadinho com a mãe, na noite da última quarta-feira (18), no bairro Lírio do Vale 2.

O parlamentar também cobrou ações imediatas e práticas que coloquem um fim na criminalidade, na incompetência e na má gestão da Segurança Pública no Estado.

Segundo Sidney Leite, é necessário oferecer condições dignas de trabalho para os policiais e dotar as instituições de infraestrutura de inteligência para ampliar a capacidade de identificar e solucionar os principais problemas no enfrentamento da criminalidade. “Em todo o Amazonas, o Estado está perdendo a luta para a bandidagem. Além dos assaltos, crimes e mortes diárias, chegamos ao ponto em que traficantes estão ameaçando e proibindo agentes de saúde de vacinar a população. É preciso uma decisão firme e vontade política para resolver isso”, afirmou o deputado.

Sidney Leite citou ainda, pesquisa realizada pela organização mexicana ‘Segurança, Justiça e Paz’ na qual Manaus é apontada como a 34acidade mais violenta do mundo. “Nosso Estado tem fronteira com alguns dos maiores produtores de drogas do planeta. Sem uma estrutura de segurança adequada, a droga entra com facilidade no Amazonas, afetando diretamente o cotidiano dos moradores da capital e também nos municípios do interior, que se transformou em uma grande rota do narcotráfico internacional”, alertou Sidney Leite.

Texto e Foto: Assessoria do Deputado