Super Guindastes impulsionam a movimentação de cargas do PIM e comércio

A movimentação de cargas destinadas ao Polo Industrial de Manaus (PIM) e ao comércio da capital passará a ser feita com maior agilidade a partir de 2015. O aumento será possível graças aos quatro novos guindastes Liebherr LBS 600 adquiridos pelo Grupo Chibatão. O porto privado é o primeiro da América Latina a operar estes equipamentos instalados exclusivamente sobre balsas.
Três dos novos equipamentos tiveram sua montagem concluída esta semana. Até dezembro deste ano, o último guindaste deve ser montado. O início das operações está previsto para o primeiro semestre de 2015.

O aumento da produtividade gerado pelos novos guindastes se dá pela maior capacidade e tecnologia empregada no equipamento, considerados os mais modernos do mundo. “Atualmente, nossos guindastes operam cerca de 38 contêineres por hora, e esperamos aumentar a produtividade em 100%.”, disse o gestor do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis.

Os novos guindastes têm capacidade de até 104 toneladas e alcance de 58 metros, sendo este adquirido da geração tipo post-panamax, para navios de grande porte. Além disso, eles funcionam com sistema elétrico e combustível.

Treinamento
Para capacitar seus colaboradores no uso dos novos equipamentos, O Grupo Chibatão em parceria com a Maersk Training Brasil, iniciou esta semana um treinamento prático e exclusivo para operadores de guindastes Liebherr LBS 600.
Com 76 alunos ativos, as aulas são ministradas dentro do complexo portuário do grupo e seguem até julho de 2015. O treinamento tem duração de 60 dias, com 40 horas de aulas teóricas e 80 de prática, que contará com um simulador exclusivo.

Atualmente os operadores de guindaste do porto são terceirizados. O objetivo é de capacitar nossos próprios operadores, assim como os operadores do OGMO (Orgão gestor de mão-de-obra), a fim de garantir ainda mais agilidade, qualidade nos serviços e atendimentos aos clientes.