A tão desejada qualidade de vida?

Por Vanessa Ventura

Apesar de cada vez mais brasileiros buscarem uma melhor qualidade de vida através da alimentação e da prática de exercícios físicos, no quesito tratamento e prevenção de doenças a atitude costuma ser muito mais reativa do que proativa. Esperamos algo acontecer para tomarmos uma atitude e, não é difícil saber o motivo desse comportamento, quem tem dor, tem pressa. Por isso é tão comum aceitarmos os famosos conselhos sobre o que fazer para melhorar e qual remédio tomar quando algo nos incomoda.

É possível encontrar indicações para qualquer coisa, pode ser para a gripe que acabou de chegar, para aquela dorzinha de cabeça constante e, quando nem sabemos do que se trata, ainda podemos procurar pelos sintomas no todo-poderoso Google e encontrar as respostas que buscamos. Não é a toa que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais da metade da população mundial tem o hábito de se automedicar.

Contudo, a grande questão dessa atitude é que, além de ser perigosa, uma vez que os medicamentos usados podem agir como paliativos no tratamento, escondendo uma situação ainda mais grave do que a tratada, ela também é emergencial, pois não atua na causa do problema, apenas na solução.

Para realmente conquistar uma qualidade de vida melhor, você precisa adotar uma postura mais consciente e proativa a respeito das suas necessidades. Mais do que remediar, você deverá prevenir. E, para isso, uma boa alternativa é investir no uso dos medicamentos manipulados.

Tão ou mais eficientes do que os industrializados, as fórmulas manipuladas têm como principal vantagem sua capacidade de personalização. Ao contrario do que acontece com os medicamentos convencionais, que são produzidos em grandes quantidades, por meio de uma dosagem ou concentração padronizada, cada manipulado é único. Isso porque, mesmo que a qualidade, a fórmula e substância ativa (matéria prima) sejam as mesmas das utilizadas nos tradicionais, a dosagem das fórmulas manipuladas é adaptada de acordo com a necessidade de cada usuário.

Além disso, é possível associar vários ativos em uma mesma fórmula, concentrando em uma dose única os efeitos que você só encontraria com a ingestão de vários medicamentos ou tendo que utilizar vários produtos de uso tópico ao mesmo tempo. Essa característica facilita (e muito!) a prevenção de doenças indesejadas. Após se consultar com um médico ou nutrólogo, por exemplo, você pode avaliar quais são as necessidades do seu organismo e já começar a supri-las como uma medida preventiva.

Dentre as opções disponíveis, para esse tipo de tratamento, as fórmulas nutracêuticas são as mais indicadas. Isso porque estas atuam através da combinação de extratos de plantas, frutas, algas e sementes, com princípios ativos capazes de serem usados para diferentes objetivos. Trata-se de uma opção simples, natural e que promove inúmeros benefícios ao corpo e a mente. Então, que tal começar hoje mesmo a adotar uma postura mais consciente e proativa em relação a sua saúde? Tenho certeza que você não irá se arrepender.

Vanessa Ventura é Farmacêutica da Idealfarma, empresa que dedica-se à fabricação e distribuição de extratos nutracêuticos, fitoterápicos, cápsulas gelatinosas e suplementos.