TRE-AM proíbe entrega de implementos agrícolas e José Aparecido dos Santos assina notificação

O anúncio foi feito durante a entrega dos primeiros financiamentos do Programa Renda Certa pelo secretário José Aparecido

O Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional Eleitoral, divulgou nesta sexta-feira (06) que o governador Amazonino Mendes é alvo da ação movida pelo órgão contra a distribuição de implementos agrícolas.

Os itens começariam a ser entregues logo após Amazonino apresentar o Programa Terra Produtiva, no Centro de Convenções Vasco Vasques, na quarta-feira (04), desta semana.
A entrega dos implementos, foi interrompida por uma decisão do vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Aristóteles Thury, por meio de ação cautelar do pelo Ministério Público Eleitoral.

Por meio de nota o Governo do Amazonas dando a versão dele sobre o assunto. Leia na íntegra:

O secretário de Estado de Produção Rural, José Aparecido dos Santos, assinou, nesta sexta-feira (06/07), notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) que pede detalhamento do Programa Terra Produtiva, criado em 2015, que irá beneficiar com a cessão de uso de equipamentos milhares de amazonenses que produzem no interior.

Aparecido informou que nenhum equipamento foi cedido e entregou ao TRE-AM o inventário dos itens demandados pelo interior e adquiridos pelo Governo do Estado.

O Programa Terra Produtiva está inserido na Macrodiretriz Desenvolvimento do Interior do Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2016-2019, estabelecido pela Lei n⁰ 4.268, de 15 de dezembro de 2015.

O governador Amazonino Mendes elogiou a preocupação do Ministério Público Eleitoral e reforçou que todo o governo sempre estará pronto para detalhar os atos governamentais. Disse ainda que a ação demonstra que o TRE-AM, a Polícia Federal e o Governo do Amazonas estão cumprindo com suas obrigações.