Trio é flagrado com drogas, arma de fogo, machado e notas de dinheiro falsas em Manaus

O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prendeu em flagrante, Adriano William da Costa Souza, 21; Claudson de Queiroz Gomes, 18, e Lisney Delaguila Galvão, 29. Eles estavam com substâncias ilícitas, uma arma de fogo com numeração raspada, munições, um machado e duas notas de dinheiro falsas.

De acordo com o diretor do DRCO, delegado Juan Valério, a ação policial teve início na manhã desta terça-feira (24/7), por volta das 6h, na rua Maquare, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, a partir de determinação do secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Anézio Paiva, e do delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, para que equipes de policiais civis atuassem na contenção e elucidação de homicídios ocorridos na capital.

“Nossas equipes tiveram como objetivo a busca e retirada de armas de fogo na capital. No decorrer das investigações, tivemos conhecimento de que naquela região do bairro Jorge Teixeira, onde foi deflagrada a ação policial, indivíduos estariam comercializando entorpecentes. Além disso, recebemos informações de que no local ocorriam execuções. A partir dessas informações montamos campana nas proximidades da casa de Adriano, onde observamos o trio em atitude suspeita”, explicou Valério.

Conforme o delegado, durante revista na residência, a equipe de investigação do DRCO encontrou um tablete de pasta base de cocaína, uma porção média de cocaína, porção grande de maconha do tipo skunk, quatro trouxinhas da mesma substância ilícita, uma porção pequena de oxi, além de uma balança de precisão. Os policiais civis apreenderam, ainda, uma arma de fogo com numeração suprimida, munições, um machado e duas notas de dinheiro falsas.

A autoridade policial ressaltou que será realizada perícia no machado para verificar se a arma branca foi utilizada em algum homicídio. Segundo Juan Valério, na base do DRCO, os policias civis identificaram que Adriano possuía sentença condenatória e estava foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena em regime semiaberto por roubo majorado.

Flagrante: Adriano, Claudson e Lisney foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, posse de arma de fogo de uso restrito e moeda falsa. Ao término dos procedimentos cabíveis no DRCO, o trio será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus. Juan Valério destacou que após a Audiência de Custódia, Adriano será reconduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Aguilar Abecassis / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.