TSE nega pedido para que telejornais façam a cobertura da campanha presidencial de Lula

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu negar nesta semana o pedido feito pelo PT para que os telejornais façam a cobertura da campanha presidencial de Lula. Antes desta votação, o ministro Sergio Banhos já havia rejeitado o mesmo pedido.

O PT alega que, como candidato registrado no TSE, Lula tem direito de participar da cobertura jornalística das eleições. Porém, por 6 votos a 1, o colegiado entendeu que as emissoras não estão descumprindo as regras legais que impedem a concessão de tratamento privilegiado a candidatos no rádio e na televisão ao julgar este recurso.

De acordo com o ministro Sergio Banhos, “circunstâncias pessoais” impedem a cobertura jornalística da campanha de Lula. Além disso, o ministro disse que “não há agenda a ser divulgada” pelo ex-presidente.

Lula foi denunciado pela Operação Lava Jato e está preso desde 7 de abril na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba.

Reportagem, Cintia Moreira