Unidades policiais do interior passam por manutenção após sete anos

Delegacias da Polícia Civil e os batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do interior do Amazonas passarão a ter manutenção regular. A medida foi anunciada pelo secretário de Segurança Pública, coronel Anézio Paiva, como parte do pacote de melhorias para o setor. Só neste ano, serão destinados R$ 2,2 milhões para melhorar a estrutura das unidades policiais, que estavam desde 2011 sem receber qualquer tipo de reparo.

O serviço será mantido com orçamento próprio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). A recuperação começará pelas delegacias de Lábrea, Canutama, Uarini, Tonantins, Caapiranga, Boca do Acre, Manaquiri, Novo Aripuanã, Maraã e Autazes.

“As unidades do interior não recebiam atenção há muito tempo, causando prejuízos na qualidade do serviço prestado. Essa iniciativa está integrada a outras que vão impactar positivamente, como a reposição e ampliação de viaturas e a disponibilização dos 215 concursados da PC que já estão trabalhando, principalmente no interior”, enfatizou o coronel Paiva.

Veículos – De outubro para cá, a SSP-AM renovou a frota de veículos das forças de segurança. Das 688 novas viaturas, 123 foram encaminhadas para o interior. Ainda neste mês outras 50 viaturas para a Polícia Militar serão entregues para rodar nos municípios da Região Metropolitana de Manaus.

“Estamos também com um processo de 200 picapes, das quais 100 irão para o interior. São picapes traçadas para entrar em ramal, estradas, para reforçar ainda mais o interior do Estado”, disse o secretário de segurança.

Mais investimentos – Neste ano, a SSP ainda prepara investimentos de R$ 50 milhões na segurança pública. A verba é oriunda do empréstimo junto ao Banco do Brasil, pelo Governo do Estado, para financiar a execução do Programa de Apoio às Despesas de Capital (Prodecap). Para o interior, serão adquiridas 61 lanchas para reforçar o trabalho fluvial e o combate ao tráfico de drogas no interior, além da renovação do parque tecnológico de computadores de todas as delegacias do Estado.

“Já estão em andamento processos para aquisição de lanchas de policiamento, incluindo embarcações, de caminhão autobomba-tanque para o Corpo de Bombeiros, equipamentos táticos, escudos e capacetes, entre outros”, disse o secretário.

Câmeras frigoríficas do IML – Desde abril, o Instituto Médico Legal (IML) conta com uma empresa contratada para manutenção das câmeras frigoríficas e grupos geradores. A novidade trouxe alento porque há pelo menos dois anos não havia contrato para reparos emergenciais, o que acabava causando prejuízos quando ocorria algum problema técnico, conforme explicou o diretor do IML, Lin Hung Cha.

As duas câmeras frigoríficas, uma câmera do putrefeito e a câmera do Laboratório de DNA estão cobertas pelo contrato, passam por manutenção regular e, caso apresentem algum problema, as peças são providenciadas de maneira imediata. “Antes as coisas pifavam e não tínhamos muita alternativa. Agora temos mais tranquilidade. Toda semana a empresa vem fazer vistoria. Se pifar tem quem chamar. Qualquer pane eles vêm de imediato”, disse o diretor do IML.