UPA da Zona Norte será entregue em outubro e Platão Araújo ampliará o número de leitos

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte, em Manaus, deverá entrar em funcionamento em outubro. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30/08), pelo secretário estadual de Saúde, Orestes de Melo Filho, que esteve no local para acompanhar o andamento das obras e instalação dos equipamentos. O secretário também foi ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona leste, para tratar do projeto de instalação de 28 novos leitos na unidade. Orestes também adiantou que serão abertas mais 200 vagas para procedimentos de hemodiálise, na rede pública.

Sobre a UPA da Zona Norte, Orestes ressaltou que, com a unidade em funcionamento, ela dará dá suporte a prontos-socorros como o Platão Araújo. Isso porque a UPA poderá atender casos de urgência de menor gravidade, que hoje acabam sendo absorvidos pelo hospital. “É mais um serviço de pronto-atendimento que servirá de entrada para a urgência, para que a gente possa dar um suporte aos grandes prontos-socorros da região. Os pequenos procedimentos de urgência vão poder ser realizados nessa unidade”, afirmou. A obra já está concluída e agora a unidade entra na fase de instalação de equipamentos e mobília.

No Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, Orestes tratou dos projetos já em execução pela Susam, para ampliar o número de leitos na unidade, com previsão para serem concluídos ainda neste semestre. Serão abertos mais 28 leitos. Orestes também tratou da substituição de aparelhos de ar-condicionado antigos por novos, para melhorar o sistema de refrigeração do prédio. A Susam adquiriu mais de 300 condicionadores de ar, que estão sendo instalados nas unidades.

“Estamos verificando as instalações físicas, para levantar todas as necessidades. Adicionamos ao sistema atual de refrigeração mais 20 aparelhos, que já estão na unidade e serão instalados. A intenção é dar celeridade na resolução dos problemas e melhorar o atendimento das pessoas que estão aqui em tratamento”, declarou Orestes.

Hemodiálise – O secretário também visitou uma clínica conveniada ao SUS, que está em processo de habilitação para ampliar o serviço de hemodiálise de pacientes que hoje fazem tratamento em hospitais da rede estadual. Orestes adiantou que serão mais 200 novas vagas abertas no local. A previsão é para que comece a funcionar com as novas vagas já em setembro.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SUSAM