Veja como garantir a segurança das crianças ao viajar de carro

É essencial instalar corretamente a cadeirinha, seja com o cinto de segurança ou com o sistema isofix.

Com a chegada das férias escolares todo cuidado é pouco ao pegar a estrada, principalmente quando o assunto é transportar os pequenos. De acordo com a ONG Criança Segura, 1292 crianças morreram em acidentes de trânsito, em 2016. O número ainda é alto, mas vem caindo desde que os dispositivos de retenção infantil se tornaram obrigatórios no Brasil.

Porém, para garantir a segurança da criança durante todo o trajeto dentro do veículo é importante instalar cadeirinhas, bebês-conforto, cintos de elevação e demais itens corretamente. “É essencial verificar o manual de instruções e as especificações de cada dispositivo, pois cada um deles tem suas particularidades. O peso e a altura da criança, por exemplo, influenciam na escolha e na utilização do produto”, alerta Maurício Monducci Jr, CEO da Isofix Brasil, empresa especializada em equipamentos de segurança automobilística.

Ele explica que existem dois sistemas padrão para fixação desses equipamentos. No mais comum a cadeirinha é presa pelo cinto de segurança do veículo. E a outra forma é por meio do Isofix, padrão que fixa a cadeirinha apropriada para esse sistema à estrutura do veículo. Inclusive, alguns automóveis já são fabricados com esse recurso. “A instalação correta da cadeirinha é fundamental para a segurança da criança. No caso do Isofix, como o sistema já é apropriado para o veículo e a cadeirinha também, a instalação é mais rápida e prática,” diz.

Maurício comenta que se o veículo já possui o novo sistema de ancoragem, mas a cadeirinha é a mais comum, ou seja, aquela que aceita apenas o cinto de segurança do carro, existem cintos adaptadores como alternativa para quem quiser utilizar o modelo Isofix. “Esses adaptadores conectam tanto o inferior da cadeirinha quanto a parte de cima dela por meio do sistema isofix nos veículos que já oferecem esse padrão de ancoragem, substituindo ou complementando a fixação tradicional que usa apenas o cinto de segurança”, diz.

Ele acrescenta que com esses adaptadores, os acentos que contam apenas com a ancoragem antiga poderão usufruir de toda a segurança ampliada que o padrão isofix oferece sem precisar adquirir uma cadeirinha nova.

Legislação – O Conselho Nacional de Trânsito obriga a implementação do sistema de ancoramento chamado isofix ou latch em todos os veículos vendidos no Brasil a partir de 2020. “Isso é fundamental, pois ele reduz os erros de instalação e aumenta a segurança desses produtos que salvam vidas” destaca Maurício. Ele completa que, hoje, apenas os novos modelos de veículos precisam trazer esse sistema de fixação mais moderno e que já é obrigatório na maioria dos países da Europa e nos Estados Unidos.