Veja fotos – Polícia autua professor de Jiu-Jitsu por embriaguez ao volante e lesão corporal de trânsito

A Polícia Civil do Amazonas autuou em flagrante, na madrugada deste sábado (28/7), por volta de 1h, o professor de Jiu-Jitsu David Santos de Mendonça, 33, por conduzir um veículo sob efeito de substância lícita (álcool) e causar um acidente de trânsito com vítima lesionada. O fato aconteceu na rua Martim Afonso de Sousa, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital.

De acordo com o delegado Ricardo Medrado, plantonista do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), homem foi conduzido ao 10º DIP por policiais militares lotados na 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), acionados para atender a ocorrência, após David, trafegando em um veículo, ter feito uma manobra imprudente e atingido um jovem de 24 anos, que conduzia uma motocicleta pela via. Em decorrência do acidente, o rapaz da moto perdeu dois dedos de uma das mãos.

“Ao notar a chegada dos policiais militares no local do acidente, David foi até uma academia, onde estava bebendo com amigos, e pediu a um deles, aparentemente sóbrio, para que assumisse a autoria do abalroamento. Ele não prestou socorro à vítima. Um homem que presenciou o acidente informou aos policiais que era o professor de Jiu-Jitsu que estava no volante do carro no momento do impacto. A vítima foi levada ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, onde recebeu atendimento médico”, explicou Medrado.

Conforme o delegado, no momento da abordagem policial o infrator demonstrou resistência, chegando, inclusive, a tentar agredir fisicamente os policiais que atenderam a ocorrência. David foi submetido a teste etílico, que confirmou a ingestão de álcool acima do permitido em lei, caracterizando embriaguez ao volante.

Em razão disso, o professor foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante e lesão corporal de trânsito. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul.

 

Fotos – Polícia Civil do Amazonas