Veja fotos – Secretaria de Operações prende quadrilha com armas e drogas na zona norte

Entre a manhã e o início da tarde desta terça-feira (31/07), policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), prenderam uma quadrilha com seis armas, munições e drogas no Nova Cidade, zona norte de Manaus. Indiciados por associação criminosa, tráfico, porte de arma de fogo e corrupção de menores, o grupo também será investigado por suspeita de envolvimento em homicídios registrados na capital.

Foram presas quatro pessoas com idades entre 21 e 25 anos. Com o grupo, foi apreendido um adolescente de 15 anos. De acordo com o secretário da Seaop, tenente-coronel da Polícia Militar Klinger Paiva, a prisão e as apreensões ocorreram após denúncia anônima feita à Linha Direta da Seaop (99345-2848) de que Carlos Victor da Silva Ribeiro, 21, estava impondo medo a moradores do conjunto Buriti, no bairro Nova Cidade, na zona norte de Manaus.

Carlos tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e foi preso na casa onde morava, no conjunto Buriti. Depois de preso, ele informou o endereço dos comparsas. Além dele, foram presos Felipe Borges Bruce, 20, Juciele da Costa Barbosa, 25, Marcilene da Silva dos Santos, 23, e o adolescente G.B.B, 15. Felipe e o irmão adolescente já tinham passagem por roubo.

Armas e drogas – Com o grupo, foram apreendidas seis armas, sendo duas pistolas PT 840, dois revólveres calibre 38 e duas espingardas (calibre 20 e 16), munições de calibre 20, 38, .40 e 9mm. Também foram apreendidas três capas de coletes balísticos, trouxinhas de maconha, cocaína, pasta-base e oxi, uma caderneta com anotações do tráfico e sete celulares.

“Recebemos a informação de que Carlos estava impondo o terror naquela comunidade. Nossa equipe foi ao local e conseguiu prendê-lo junto com os demais. Pedimos que a população continue colaborando com nosso trabalho por meio das denúncias”, afirmou Klinger Paiva.

População pode denunciar anonimamente – Denúncias podem ser feitas à Seaop por meio da Linha Direta ou pelo 181, o Disque-Denúncia da SSP que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, com total sigilo aos denunciantes.

Fotos – Polícia Civil