Veja – Mulheres são presas por furtar objetos do interior de carros utilizando “Chapolin”

O 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP) prendeu em flagrante, Edivaneide Abreu da Silva, 30, e Ingrid Nonato Mota, 21, integrantes de um grupo especializado em furtar objetos do interior de carros, utilizando um dispositivo conhecido como “Chapolin”, que impede o acionamento de alarmes e travas eletrônicas de veículos.

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular doa autoridade policial, as diligências em torno do caso tiveram início na última quarta-feira (18/7), após a equipe de investigação do 12° DIP receber informações de que um grupo havia furtado uma drogaria no bairro Flores, zona centro-sul da capital. A partir do início dos trabalhos, os policiais civis identificaram o automóvel da montadora Ford, modelo EcoSport, utilizado pelos infratores na ação criminosa.

“Durante ação policial deflagrada na noite de terça-feira (24/7), em torno da contenção e elucidação de homicídios ocorridos na capital, vimos o veículo trafegandopela avenida Constantino Nery e o seguimos. Observamos o momento em que os ocupantes do carro utilizaram o dispositivo para abrir um carro, mas não encontraram nada de valor no interior do automóvel. Em seguida eles foram até um sítio na rodovia federal BR-174, onde resolvemos efetuar a abordagem. Houve troca de tiros e um dos infratores conseguiu empreender fuga, mas logramos êxito na prisão de Edivaneide”, explicou Brasil.

O titular do 12° DIP destacou que a prisão de Edivinaidecontou com o apoio de policiais civis lotados na Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru e da 35ª DIP, situada em Careiro da Várzea, municípios distantes, respectivamente, 68 e 25 quilômetros em linha reta da capital.

Dupla faz parte de quadrilha, segundo a Polícia

“Após a prisão de Edivaneide, ela de imediato nos informou o local onde estavam sendo guardados os objetos oriundos de furtos cometidos pelo grupo. Em ato contínuo, nos deslocamos até o lugar indicado pela mulher, uma casa situada na avenida Professor Paulo Graça, bairro Tarumã, zona oeste da capital, onde encontramos um carro da montadora Fiat, modelo Uno Sporting, com as placas adulteradas, cinco dispositivos conhecidos como “Chapolin” e objetos subtraídos dos carros das vítimas”, disse o titular do 12º DIP.

Conforme Brasil, em continuidade às buscas, as equipes localizaram a casa onde Ingrid morava, na avenida Professor Paulo Graça, bairro Tarumã. No interior do imóvelonde a jovem foi encontrada os policiais civis apreenderam mais objetos furtados das vítimas. Na delegacia foi constatado que Ingrid é companheira de um dos integrantes do grupo, agora investigado pela polícia.

Edivaneide foi autuada em flagrante por furto tentado, associação criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Já Ingrid irá responder por receptação e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis no 12° DIP, a dupla será levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Henrique Brasil destacou que as diligências em torno do caso continuam, com o objetivo de localizar e prender os demaisintegrantes que compõem o grupo que está sendo investigado pela prática criminosa na capital. Quem puder colaborar com informações sobre a identificação e localização dos infratores, ligar para (92) 99962-4480, o disque-denúncia da unidade policial. “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.

FOTOS: Bruno Zanardo e Lana Honorato / Secom e Polícia Civil do Estado do Amazonas.