Vigilantes do Platão Araújo cruzam os braços por falta de pagamento

Vigilantes terceirizados do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus, paralisaram as atividades na manhã desta terça-feira (14). Na sexta-feira passada, os vigilantes do Hospital João Lúcio também fizeram uma mobilização por atraso no pagamento dos salários, mesmo motivo alegado na nova manifestação.

Os funcionários trabalham para uma empresa que presta serviços ao Governo do Amazonas, que está há 4 meses sem efetuar pagamentos. A Susam não se pronunciou sobre as denúncias.

Os vigilantes ficarão paralisados até que a empresa responsável pelo pagamento dos salários resolva a situação. Eles estão abertos a negociações, mas devem permanecer paralisados.